5 dicas para a escolher o melhor ERP antes da compra

5-dicas-para-a-escolher-o-melhor-ERP-antes-da-compra

Um ERP (Enterprise Resource Planning), ou software integrado de gestão empresarial, oferece grandes benefícios para os negócios, como o aumento de produtividade, eficiência no processo de tomada de decisões, maior segurança das informações (especialmente nas empresas de TI),  além de redução dos custos da empresa. Se você deseja fazer a contratação do melhor ERP para sua empresa, acompanhe o post de hoje e veja alguns fatores importantes que devem ser levados em conta.

5 dicas para escolher o melhor ERP

1. Pense nos desafios e nos resultados desejados

A compra de software ERP é um investimento que, como qualquer outro, deve trazer algum retorno à sua empresa. Por isso, antes de ir em busca de um fornecedor, é preciso estudar e avaliar as necessidades da organização, quais serão os desafios que ele trará e se ele será efetiva na hora de trazer os resultados que a organização precisa.

2. Analise o momento atual da organização e as perspectivas de crescimento

O melhor ERP precisa ser capaz de atender às demandas atuais e futuras da empresa. Isso porque sua implantação requer planejamento, tempo e esforço, tanto por parte dos gestores como dos funcionários.

Por isso, antes de se decidir pela compra do ERP, avalie com calma o momento atual da empresa e quais são as suas perspectivas de crescimento. Assim, você conseguirá contratar uma solução compatível com as necessidades da organização.

3. Leve a sua equipe em consideração

Sozinho, o software ERP não é capaz de fazer nada. É preciso também contar com uma mão de obra qualificada, tanto para o processo de implantação quanto de operação do novo sistema.

Algumas empresas que não atuam diretamente na área da Tecnologia da Informação, como um  um escritório de arquitetura ou uma imobiliária, já consideram que é indispensável o uso de um sistema ERP.

Se você já tem uma equipe competente e quer implantar o software, um curso de capacitação é uma boa ideia. Assim, todos conhecem o potencial do ERP e podem explorá-lo ao máximo — o que implica em uma maior produtividade e qualidade de trabalho, e, assim, todos irão se beneficiar.

Leia também  RFP (Request For Proposal): como tomar decisões melhores em projetos de troca de sistemas

4. Tenha uma infraestrutura adequada

Antes de comprar um ERP, é preciso que a empresa avalie quais são os recursos disponíveis naquele momento. Isso vai desde o hardware (servidores, computadores, processadores) até o software (banco de dados, sistema operacional). De nada adianta comprar um software robusto se não tem como fazê-lo rodar no sistema da organização.

É preciso avaliar se a estrutura adequada que já existe suporta a nova tecnologia ou se há a necessidade de se comprar novos equipamentos.

5. Confira se o orçamento sustenta o melhor ERP

Antes de comprar um software ERP, é preciso fazer um orçamento detalhado. Dependendo do porte da organização, pode ser necessário requisitar empréstimos para realizar esse investimento. Por isso, para escolher o melhor ERP, o gerente de TI precisa avaliar o seu orçamento financeiro, levando em conta os custos de compra e implantação, treinamento de pessoal, manutenção e instalação do sistema.

Após escolher o ERP, ainda há uma etapa crítica: a mudança organizacional. Assista ao nosso webinar e veja como evitar o caos na implantação de um novo ERP.

CTA-Como-evitar-o-caos-na-implantação-de-ERP

Email Marketing by E-goi

Deixe uma resposta

Consultoria Conduzimos gestores e suas equipes à conquista de resultados! Outsourcing Alocação de profissionais especializados e de alta maturidade Capacitação Treinamentos In Company