5 erros comuns na implementação de um ERP e como evitá-los

A implementação de um sistema de automação é uma realidade em qualquer tipo de negócio, independentemente de estarmos falando de multinacionais ou de pequenas empresas. O fato é que o nosso empresariado amadureceu e já descobriu que a tecnologia é um investimento, com um retorno mensurável no médio e longo prazo.

Acontece que, embora os sistemas, como o ERP (Enterprise Resource Planning), sejam cada vez mais indispensáveis, o gestor deve tomar alguns cuidados para evitar armadilhas durante a sua aquisição. Quer evitar esse tipo de problema na sua empresa? Então veio ao lugar certo.

A seguir, mostraremos 5 erros comuns na implementação de ERP. Confira!

  1. Não planejar a implementação

Pode ter certeza que o primeiro erro da nossa lista é um dos mais graves. Isso porque, não raro, o empreendedor adota os sistemas de uma hora para a outra, sem o menor planejamento. Inclusive, na pressa, o gestor acaba fazendo uma escolha precipitada, simplesmente adotando o que parece ser melhor.

O ideal é o gestor planejar cada etapa da implementação. Ele deve pensar no treinamento dos colaboradores, nos momentos anteriores e posteriores à implementação e, inclusive, realizar uma boa pesquisa de fornecedores.

  1. Não treinar a equipe

Outro erro comum é a falta de compromisso com o treinamento dos colaboradores. É preciso entender que os profissionais estavam habituados a realizar as tarefas de uma maneira X e passarão a executá-las de uma maneira Y com o novo sistema. A mudança, necessariamente, demanda um preparo.

É justamente por isso que o gestor deve preparar não só a empresa para a nova realidade, mas também cada um dos colaboradores.

  1. Não pensar no suporte técnico

Pronto, sistema instalado. Tudo pronto, certo? Na verdade, pensar dessa forma é outro erro comum na implementação de ERP. O fato é que, mesmo depois de instalado o sistema, o fornecedor da mercadoria deve oferecer algum tipo de serviço destinado à sua manutenção.

O suporte é fundamental para garantirmos a constância no serviço e, consequentemente, a previsibilidade da produtividade.

  1. Não procurar a personalização

Outro ponto que requer atenção do empreendedor é a questão da personalização do sistema de ERP. Afinal, são muitas as soluções genéricas disponíveis no mercado, que não procuram atender a nenhum modelo de empresa especificamente.

É muito importante que a empresa já tenha atuado na sua área, além de trabalhar com soluções personalizadas, que atendam as necessidades reais do negócio.

  1. Não pensar no futuro

Por fim, é muito importante que o gestor tenha o foco no futuro. O sistema adotado agora deve ser capaz de sanar todas as necessidades que o empreendedor terá quando o negócio finalmente atingir novos patamares. Assim, é possível diminuir os custos com a manutenção, já que a necessidade de atualização do sistema é reduzida.

visão de longo prazo durante a implementação de ERP é, certamente, um grande diferencial entre uma empresa que terá sucesso com esse tipo de estratégia e outra que, certamente, enfrentará problemas.

Gostou do nosso post de hoje? Ficou com alguma dúvida a respeito da implementação de um ERP? Então deixe o seu comentário!

Consultoria Conduzimos gestores e suas equipes à conquista de resultados! Outsourcing Alocação de profissionais especializados e de alta maturidade Capacitação Treinamentos abertos e In Company