Certificação PMP – Mito #1: a tradução para o português é horrível, melhor fazer a prova em inglês

certificação de projetos

A tradução ruim para o português era um mito muito forte no passado e se enfraqueceu bastante com o tempo, até mesmo pela quantidade de brasileiros com certificação PMP que compartilharam suas experiências no exame.

Mas creia: a tradução para o português é muito boa! Esse é o nosso idioma nativo e certamente será mais produtivo fazer a prova numa língua que nos deixe mais confortáveis, mesmo que tenhamos fluência no inglês. Logicamente, para aqueles que tem o inglês como um idioma tão forte quanto o português, tanto faz.

É importante lembrar que durante o cadastro para a prova você estará escolhendo o português como segundo idioma do exame. A versão em inglês da prova também estará lá para consulta caso encontre um texto estranho em português.

Um exemplo disto foi na minha própria prova. A questão em Português citava um documento chamado “Plano Preliminar do Projeto”. Não me recordava o que era isto, embora pela lógica pudesse imaginar o poderia ser (até hoje não encontrei citação disso no Guia PMBOK®).

Fui para a versão em inglês e lá estava “Project Charter” que é oficialmente traduzido como “Termo de Abertura do Projeto” no Guia PMBOK. Imagino que essa situação específica não deva acontecer mais, pois o PMI investiu bastante nas traduções nos últimos anos, bem como no emprego do vocabulário oficial em todos seus materiais.

Ainda vale lembrar que no exame podem ser usados sinônimos para palavras referenciadas no Guia PMBOK, o que não significa uma tradução incorreta. Por exemplo: a palavra “redução” referenciando uma estratégia de “mitigação” de riscos é algo absolutamente normal numa questão.

Embora o vocabulário do Guia PMBOK somente referencie “mitigação”, são sinônimos. Provavelmente a questão original em inglês também trará “reduction” no texto ao invés de “mitigation”.

Mas ainda fica uma dica: se achar um termo estranho, vá para a versão original em inglês pois talvez você esteja mais familiarizado com a versão em inglês do que em português. Mas opte pelo português como segundo idioma durante o cadastramento para o exame.

Leia também  Elementos de BPMN: o que são Decisores (Gateways)?

Quer mais dicas para tirar a certificação PMP? Assista ao nosso webinar gratuito e faça a prova com mais segurança.

dicas para certificação PMP

Veja outros mitos sobre certificação PMP

  1. A tradução para o português é horrível, melhor fazer a prova em inglês
  2. O exame é decoreba pura
  3. Trabalho há 10 anos em projetos, será fácil comprovar a experiência
  4. Certificação na mão, aumento garantido

PMP®, PMI® e Guia PMBOK® são marcas registradas do Project Management Institute.

Andreia Justo

Sócia consultora da Euax, consultora em ERP pela UDESC, pós-graduada em Engenharia de Software pela PUC/PR, possui mais de 25 anos de experiência como gerente de projetos, certificada PMP, CBPP, e CSM pela Scrum Alliance.

1 thought on “Certificação PMP – Mito #1: a tradução para o português é horrível, melhor fazer a prova em inglês

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

2 × 4 =

Consultoria Conduzimos gestores e suas equipes à conquista de resultados! Outsourcing Alocação de profissionais especializados e de alta maturidade Capacitação Treinamentos In Company