Escritórios de Projetos: conceito geral

Os Escritórios de Gerenciamento de Projetos ou simplesmente Escritórios de Projeto se popularizaram no Brasil na última década, especialmente através de grandes empresas com alto volume de projetos ou das multinacionais trazendo conceitos de governança e práticas de gestão de suas sedes. Neste momento já podemos acompanhar exemplos de organizações de vários segmentos e portes, incluindo pequenas empresas buscando nos Escritórios de Projeto uma forma de se tornarem mais competitivas.

Escritório de Projetos é uma unidade organizacional criada para um crescimento mais rápido da competência de gerenciamento de projetos na organização, quando seus executivos percebem que podem aumentar as chances de sucesso dos projetos e que este aumento converte-se em resultados de negócios e aumento da competitividade da organização no mercado. A lista de benefícios é longa, então poderá resolver problemas diferentes a cada organização, podendo incluir a redução do tempo de lançamento de novos produtos, redução de custos, melhoria de clima organizacional, aderência a padrões globais de governança (corporativa e de Tecnologia da Informação), entre outros.

Em inglês é chamado de Project Management Office (PMO), ou somente Project Office, com variações de nomes, como no português. O Project Office é popular em países como os Estados Unidos ou Canadá até mesmo por ser um nome comum para o escritório do “canteiro de obras” em algumas construções, aquela casinha ou container para os engenheiros e gerentes de projeto que administram a obra. Aqui no Brasil isto acontece também, mas não é comum ser chamado de escritório de projetos, e por isto se torna um termo menos usual e mais difícil de assimilar.

O Guia PMBOK® do PMI® conceitua no seu glossário o PMO como “Um corpo ou entidade organizacional à qual são atribuídas várias responsabilidades relacionadas ao gerenciamento centralizado e coordenado dos projetos sob seu domínio. As responsabilidades de um PMO podem variar desde o fornecimento de funções de suporte ao gerenciamento de projetos até o gerenciamento direto de um projeto.”

Sendo normalmente uma unidade organizacional, é comum que um departamento, uma área, um setor ou mesmo uma assessoria seja criada e reconhecida por seus executivos e colaboradores. Algumas empresas atribuem à uma pessoa o nome de EGP ou PMO, algo no mínimo estranho. Esta pessoal poderá ser um analista de projetos, um gerente de projetos, programas, portfólio, mas dificilmente será um PMO se não for reconhecido como uma unidade organizacional distinta (e não somente uma pessoa distinta).

Mas… cada organização faz o que quer e chama como quer. O importante é que o escritório de projetos resolva problemas reais de negócio, condição clara para seu sucesso, continuidade e para o atendimento das expectativas dos envolvidos.

Publicaremos nas próximas semanas outros posts sobre Escritórios de Projeto, acompanhe no blog da Euax.

PMP®, PMI® e Guia PMBOK® são marcas registradas do Project Management Institute.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

treze + 1 =

Consultoria Conduzimos gestores e suas equipes à conquista de resultados! Outsourcing Alocação de profissionais especializados e de alta maturidade Capacitação Treinamentos In Company