EAP em projetos: 20 benefícios de uso (por Liliana Buchtik)

eap beneficios

A lista de benefícios proposta por nossa vizinha uruguaia, Liliana Buchtik, em seu livro Secrets to mastering the WBS in real-world project é interessante para a valorização da EAP (Estrutura Analítica de Projetos), mas é também um excelente check-list para verificar se sua EAP está boa.

Ou seja, verifique se está obtendo os benefícios listados e saberá o quão madura é sua EAP.

Checklist de EAP

  1. Entenda o trabalho e início do projeto;
  2. Evite mudanças sem controle (scope-creep);
  3. Entregue o que é esperado;
  4. Entenda áreas com compreensão limitada;
  5. Visualize o trabalho interno e externo;
  6. Visualize as fronteiras do projeto e gerencie complexidades;
  7. Proveja uma linha de base para controle do escopo;
  8. Atribua e explique o trabalho do projeto;
  9. Melhore o planejamento do projeto;
  10. Evite replanejamento e detecte alertas antecipadamente;
  11. Construa uma fundação sólida para aquisições;
  12. Melhore as comunicações;
  13. Alcance uma compreensão comum do trabalho do projeto;
  14. Melhore o reporte do projeto;
  15. Conquiste comprometimento das partes interessadas;
  16. Monitore, meça e controle o trabalho melhor;
  17. Inspire confiança e ganhe credibilidade;
  18. Melhore projetos futuros;
  19. Compare o escopo entre projetos;
  20. Integre o escopo com tempo e custos;

escopo de projeto

Ufa, é uma lista com boa parte dos nossos desejos em projetos, prometidos por uma boa EAP, nada mal, não é?

Para detalhar mais estes itens sugiro a compra do livro, que tive o privilégio de ler nesta última semana.

Título: Secrets to Mastering the WBS in Real-World Projects
The Most Practical Approach to Work Breakdown Structures (Wbs)!
Autora: Liliana Buchtik (2009)

Alguns Prós

  • Estrutura de redação do livro é bem moderna, bem dividido, com ilustrações e seções curtas, facilitando a leitura por partes ou mesmo o uso como um guia de referência para os que não desejam lê-lo inteiro;
  • Até o momento me parece a melhor obra sobre o assunto, completa e muito alinhada com as produções do PMI.

Alguns Contras

  • Senti falta de uma ligação mais forte com os requisitos do projeto, processo pouco citado no livro, diria até subestimado, de forma que nos leva a imaginar que os requisitos são dispensáveis;
  • O livro está tão alinhado com o Practice Standard for WBS do PMI (Project Management Institute) que parece uma versão modernizada e comentada dele. Quem já leu o standard do PMI não encontrará muita complementação de informações. Quem ainda não leu, prefira o livro da Liliana, mais didático e complementado;
  • Mais uma obra com posicionamento cético a respeito da orientação da EAP por produtos e entregas. Achei o rigor e ênfase exagerados a ponto de poder prejudicar o entendimento dos menos experientes e desviar o foco de resultado dos mais experientes. Em outro post falarei de minha opinião a respeito disto;
  • Alguns temas “incômodos” tiveram um bom espaço no livro porém percebi falta de profundidade. É o caso da ligação com aquisições e do uso com métodos ágeis;
  • Outro possível gap, talvez para uma edição futura, refere-se à grandes projetos, especialmente aqueles estruturados com subprojetos. Algumas dicas usuais poderiam ter espaço no livro.
Leia também  Metodologia Scrum: o que você precisa saber

Tem bom espaço para uma nova edição e para tornar-se imprescindível aos profissionais de projeto precisa estar um passo a frente dos standards do PMI.

No balanço final, acho que é um livro obrigatório para o acervo dos que se dedicam com profundidade a gestão de projetos.

Aproveite e leia também:

Desvendando a Estrutura de um Projeto (EAP)


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dezesseis − sete =

Consultoria Conduzimos gestores e suas equipes à conquista de resultados! Outsourcing Alocação de profissionais especializados e de alta maturidade Capacitação Treinamentos In Company