EAP em projetos: a regra dos 100%

eap regra 100%

A regra dos 100% é referenciada como um termo criado por Gregory Haugan(1). Um princípio para reforçar a necessidade da EAP (Estrutura Analítica de Projetos) ser absolutamente completa.

O Practice Standard for Work Breakdown Structures (Second Edition)(2), publicado pelo Project Management Institute (PMI), faz a seguinte definição da regra:

“… estabelece que a EAP inclui 100% do trabalho definido pelo escopo do projeto e captura todas as entregas – internas, externas, intermediarias – de forma ao trabalho estar completo, incluído o gerenciamento do projeto. A regra dos 100% é um dos mais importantes princípios que guia o desenvolvimento, decomposição e avaliação da EAP. A aplicação desta regra vale para todos os níveis na hierarquia: a soma de todos o trabalho dos níveis “filhos” deve ser igual a 100% do trabalho representado pelo “pai” e a EAP não deve incluir qualquer trabalho que saia do escopo existente do projeto, isto é, ele não pode incluir mais do que 100% do trabalho…”

Perguntas e respostas

A regra é, portanto, uma forma mais enfática de dizer que todo o trabalho do projeto está incluindo na EAP. Um lembrete para ter em mente quando estiver preparando a EAP e tentar responder sozinho algumas perguntas que você pode se fazer:

Será que eu preciso incluir as atividades de gestão de projetos (planejamento, reuniões, preparação de relatórios, etc) da EAP?

Claro, este esforço existe somente por causa do projeto.

Uma série de documentos e processos precisam ser preparados pela área de segurança do trabalho da minha empresa para o meu projeto, mas eu não tenho qualquer controle sobre o que eles fazem. Preciso incluir na EAP?

Sim, precisa. Mas é importante reavaliar este “…eu não tenho qualquer controle sobre o que eles fazem.” Isso não pode ser uma verdade.

Preciso incluir os trabalhos que são terceirizados na minha EAP?

Claro, fazem parte do projeto e precisam ser gerenciados. O nível de detalhamento e a forma de integrar a gestão entre as partes dependerão de uma decisão de estratégias de gerenciamento.

Leia também  O que é um projeto? Entenda sua definição e utilidade

Meu projeto não prevê um teste específico que eu gostaria muito de fazer porque acho muito “bacana”. Posso incluir na EAP?

Lógico que não, “bacana” não é justificativa para escopo. Neste caso, uma estratégia de qualidade ou uma ação de mitigação de risco poderia justificar, mas não ser “bacana”.

A regra dos 100%

Muitas destas dúvidas comuns na montagem da EAP podem ser respondidas com a regra dos 100%. Não pode ser 80% ou 120%, deve ser 100%.

Na dúvida pergunte: Isto faz parte dos 100%?

Aproveite e leia também:

Desvendando a Estrutura de um Projeto (EAP)

(1) Gregory T. Haugan. Effective Work Breakdown Structures (The Project Management Essential Library Series). ISBN 1-56726-135-3.

(2) Project Management Institute. Project Management Institute Practice Standard for Work Breakdown Structures. ISBN 1880410818.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

um × 2 =

Consultoria Conduzimos gestores e suas equipes à conquista de resultados! Outsourcing Alocação de profissionais especializados e de alta maturidade Capacitação Treinamentos In Company