Governança de TI: como o COBIT pode melhorar a gestão

Governança de TI - COBIT

Com o objetivo de intensificar as estratégias de negócio, muitas empresas implementam a governança de TI, que é uma grande aliada da gestão na garantia de um uso eficiente dos recursos da organização. Essa prática contribui para minimizar os custos e focar em processos e competências que otimizem a aplicação dos recursos. Existem vários métodos, conhecidos como frameworks, que a governança de TI pode implementar para que os objetivos da organização sejam expandidos. Um deles é o COBIT, e é sobre ele que vamos falar a partir de agora.

O que é o COBIT

Control Objectives for Information and Related Technology, ou simplesmente COBIT, é o guia de melhores práticas mais utilizado em nível mundial. Ele é focado no negócio e na melhoria de processos e é parte de uma simples premissa: só é possível gerenciar aquilo que se mede.

O COBIT é baseado em quatro pilares que ajudam a empresa a implantar boas práticas e propor objetivos de controle de desempenho. São eles:

  1. Planejamento e organização;
  2. Aquisição e implementação
  3. Entrega e suporte;
  4. Monitoramento e avaliação.

Essas bases focam em manter a atenção no negócio em si e, assim, auxiliam a governança de TI a atuar em conjunto com o todo, baseando-se em princípios e recomendações. Para isso, o COBIT conta com 34 processos de atividades inter-relacionadas e 210 pontos de controle.

Ebook Governança de TI

Entretanto, de nada adianta fazer a instalação do COBIT se a empresa não tiver uma governança de TI ativa e que trabalhe em um conjunto com todos os funcionários.

O cubo do COBIT

O termo Cubo do COBIT é usado justamente para explicar como os conceitos de processos de TI, recursos de TI e requisitos de negócio (ou critérios da informação) se inter-relacionam nesse framework.

Cada um desses conceitos é dividido em etapas, que formam as faces do cubo. Eles representam as peças-chave da estrutura e a maneira como cada peça é utilizada para entregar as informações necessárias para que o negócio alcance seus objetivos.

Os requisitos de negócio são divididos em:

  • Efetividade
  • Eficiência
  • Confidencialidade
  • Integridade
  • Disponibilidade
  • Conformidade
  • Confiabilidade
Leia também  ITIL: o que é, importância e como implantar em sua Gestão de TI

Já os recursos de TI englobam quatro recursos chamados:

  • Aplicações
  • Informações
  • Infraestrutura
  • Pessoas

Os processos de TI, por sua vez, se dividem em: domínios, processos e atividades.

Os domínios são quatro, classificados, como mencionado anteriormente, em:

  1. Planejar e organizar
  2. Adquirir e implementar
  3. Entregar e apoiar
  4. Monitorar e avaliar

É a partir dos processos de TI e dos seus quatro domínios que surgem os 34 objetivos de alto nível de controle, para que esses atendam aos requisitos máximos do negócio.

A governança de TI aliada ao COBIT

Ao unir a governança de tecnologia da informação com o framework do COBIT, a empresa se torna capaz de gerenciar dados, analisar problemas e estabelecer processos de segurança da informação, além de alinhar os princípios e os processos à individualidade da organização.

Adotando as melhores práticas, é possível alcançar resultados positivos que envolvam toda a corporação. O COBIT é um guia, e não uma norma, logo pode ser utilizado por qualquer empresa e plataforma de TI.

Achou este artigo interessante? Compartilhe nas suas redes sociais para que seus amigos e colegas de trabalho entendam as vantagens da utilização do COBIT na governança de TI.

Aproveite passa assistir nosso webinar gratuito sobre as boas práticas do COBIT e comece a aplicar hoje mesmo.

Rafael Correa

Sócio diretor da Euax, graduado em Economia pela Univille, possui mais de 16 anos de experiência em projetos de desenvolvimento e implantação de software. É certificado PMP, ITIL Foundation e Lean IT.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

5 × três =

Consultoria Conduzimos gestores e suas equipes à conquista de resultados! Outsourcing Alocação de profissionais especializados e de alta maturidade Capacitação Treinamentos In Company