Qual o papel do planejamento estratégico em gestão de projetos?

O planejamento estratégico é decisivo para que a gestão de projetos ofereça os resultados esperados. Essa planificação deverá ser flexível, considerando-se a necessidade de eventuais ajustes, bem como a expectativa de a empresa se manter competitiva no mercado e seguir os princípios vigentes de sustentabilidade.

Veja o que considerar na hora de elaborar o seu planejamento estratégico e como ele fará a diferença na gestão de seus projetos!

Entenda o planejamento estratégico e a gestão de projetos

O planejamento estratégico pode ser definido como um plano antecipado de tudo o que será feito a um prazo mais longo. A estratégia está intimamente relacionada à necessidade de desenvolver a empresa, fazendo-a crescer.

O projeto, por outro lado, apresenta a característica de ser um trabalho exclusivo e temporário. Ele tem um começo e tem um fim que devem ser definidos claramente. Outras coisas que devem ser definidas em um projeto são o alvo do trabalho, o nível e desempenho que se pretende alcançar e, é claro, um orçamento.

Usando todos aqueles elementos, bem definidos, torna-se possível transformar a estratégia em resultados efetivos.

A gestão de projetos, portanto, deve usar conhecimentos, capacidades, técnicas e ferramentas para chegar aos resultados.

Relacione o planejamento estratégico à gestão de projetos

Considerando que o planejamento estratégico almeja o crescimento da empresa, essa realidade só se tornará possível com a realização de novos empreendimentos, os quais só podem existir a partir de projetos.

O planejamento estratégico criará objetivos que produzirão boas iniciativas; e essas iniciativas motivarão atividades, cuja finalidade será atingir as metas da empresa. Todas essas atividades consistem em projetos.

Na fase inicial, são considerados diferentes projetos, mas cabe ao planejamento estratégico a decisão final sobre qual deverá ser levado adiante. É preciso avaliar o nível de alinhamento de cada projeto com o planejamento estratégico — se o projeto não corresponde à estratégia, deve ser deixado de lado e outro projeto deve ser analisado.

Veja os níveis do planejamento estratégico

Pode-se considerar que o planejamento estratégico divide-se em três níveis:

  1. De negócio;
  2. Funcional;
  3. Operacional.

No primeiro caso, o plano procura reforçar o potencial competitivo da empresa a longo prazo, considerando o mercado em que ela está inserida.

Leia também  Sponsor do Projeto #5: conheça os vários tipos de patrocinadores

No segundo nível, o planejamento estratégico refere-se a um setor específico dentro da organização (ou a uma atividade específica), restringindo sua abordagem aos limites desse setor ou atividade.

Já no terceiro nível, a estratégia refere-se às operações de rotina e à adequada gestão das unidades operacionais.

Você pode entender melhor a diferença entre os três lendo nosso artigo sobre os tipos de escritórios de projeto (PMO) e suas diferentes atribuições.

A questão é que a gestão de projetos precisa implementar as ações baseando-se nas estratégias desenvolvidas, contribuindo para que o desenvolvimento da empresa aconteça nos três níveis.

Quando o projeto não executa as estratégias, a tendência é que os resultados não sejam atingidos, ou seja, a empresa fracassa em sua tentativa de crescer mais e revela-se incapaz de gerenciar projetos corretamente.

Descubra os pontos a considerar na gestão de projetos alinhada ao planejamento estratégico

É necessário considerar pontos significativos, quando se trata de gerir projetos:

  • Alocar corretamente os recursos evita desperdícios e prejuízos (os recursos podem ser simplesmente financeiros ou ser representados pela mão-de-obra e equipamentos);
  • Definir cronograma (é preciso estipular um prazo para a realização do projeto e esforçar-se para cumpri-lo ou mesmo concluí-lo antecipadamente);
  • Dividir corretamente as tarefas (as funções devem ser claramente definidas entre os profissionais capacitados, evitando ao máximo conflitos, atividades mal executadas e retrabalhos);
  • Medir o desempenho através de indicadores precisos é importante para avaliar o nível de produtividade;
  • Manter uma estrutura hierárquica bem definida, mas flexível e acessível.

E você? Costuma associar a gestão de projetos ao planejamento estratégico? Aproveite para aprender a ser mais organizado em sua gestão de tarefas.

etapas do planejamento estratégico e como avançar entre elas

Jackson Rovina

Fundador e sócio presidente da EUAX, bacharel em Administração de Empresas, especialista em Finanças Empresariais e MBA em Gerenciamento de Projetos, possui mais de 25 anos de experiência com estratégia, é Kaplan-Norton BSC Certified Graduate pela Palladium.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

12 + onze =

Consultoria Conduzimos gestores e suas equipes à conquista de resultados! Outsourcing Alocação de profissionais especializados e de alta maturidade Capacitação Treinamentos In Company