Como definir metas em 6 passos + dicas

Como definir metas

Responda essa pergunta de forma honesta: você costuma utilizar indicadores para estipular metas, ou segue apenas o feeling? Infelizmente, em muitos casos, o “achômetro” é o mais perto de um indicador que as empresas utilizam. Seguir dessa forma é pedir resultados pouco satisfatórios e baixa performance. Que tal mudarmos isso?

Neste post você vai conhecer tudo sobre como definir metas com indicadores, sejam elas de curto, médio ou longo prazo.

Como definir metas?

Erros e acertos na hora de definir metas

1. Defina objetivos de acordo com a estratégia da empresa

Qualquer empresa precisa ter alinhamento estratégico para garantir o trabalho conjunto entre os setores. As metas também fazem parte desse sistema. Ou seja, compreenda os objetivos da organização e, tendo eles como base, defina metas que contribuam com esse objetivo.

2. Defina os indicadores

Toda meta está atrelada a um indicador:

Principais erros na hora de definir indicadores

Uma boa forma de acompanhar indicadores sem se perder em meio a tanta informação é montar um painel de indicadores.

Painel de indicadores

3. Estipule as metas

Boas metas estimulam os colaboradores, para isso a meta precisa ser estipulada de forma inteligente. É nesse ponto que entram as metas SMART, que também mencionamos acima.

Uma meta SMART é uma meta:

  • Specific (específica);
  • Mensurable (mensurável);
  • Attainable (atingível);
  • Relevant (relevante);
  • Time based (Com prazo).

Parece difícil conseguir isso? Pode até ser nas primeiras vezes, mas você logo pega o jeito.

Como usar metas SMART

4. Determine responsáveis

É importante que as metas tenham responsáveis. Na prática, cada um é responsável pela própria meta e o gestor de cada time é responsável pelas do grupo. Além disso, todo indicador precisa ter um “dono”, que é a pessoa encarregada de extrair os dados e manter o indicador atualizado.

Sem isso, o seu quadro de metas pode acabar desatualizado e com informações inconsistentes.

5. Correlacione os indicadores

Os indicadores não são independentes um do outro, e é importante compreender como eles se interligam. Para isso, você deve montar um sistema de performance de indicadores, assim é muito mais fácil de compreender como os indicadores podem depender um do outro. Veja um exemplo prático:

Leia também  Indicadores de desempenho de processos: principais tipos, para que servem e como implantá-los

A Pizzaria do Zé trabalha apenas com delivery e possui a seguinte proposta: se a entrega não chegar em até 30 minutos, a pizza sai de graça! Isso certamente atrai muitos clientes, mas será que vai gerar mais lucro? Para entender melhor a relação com os processos e poder gerir melhor a pizzaria, foi montado um sistema de performance de indicadores:

Exemplo de sistema de performance de indicadores

Percebeu como os indicadores se organizam?

6. Acompanhe os resultados

Depois de ter seguido os passos anteriores, está tudo pronto para começar a monitorar os resultados. Para que todos os stakeholders saibam como está o desempenho, promova reuniões de tempos em tempos.

Isso garante que todos tenham noção sobre a performance do setor e, de quebra, ainda aumenta o senso de responsabilidade com as metas.

Para se ter um real parâmetro, é fundamental que você acompanhe a correlação entre os indicadores em um sistema de performance, não custa nada. E nós dizemos isso literalmente porque você vai aprender tudo sobre como montar um sistema de performance em nosso webinar gratuito. É só clicar no banner abaixo e assistir!

CTA-Gestão-de-KPIs-aprenda-a-montar-um-sistema-de-performance-de-indicadores

Deixe uma resposta

Consultoria Conduzimos gestores e suas equipes à conquista de resultados! Outsourcing Alocação de profissionais especializados e de alta maturidade Capacitação Treinamentos In Company