Processo de seleção de ideias

O objetivo da seleção de ideias é naturalmente eleger as melhores ideias para serem desenvolvidas no portfólio de projetos inovadores. Para Alves et al. (2007), as ideias mais adequadas para a organização devem ser selecionadas, enquanto o restante pode ser retrabalhado, rejeitado ou unificado para criar novas ideias.

Tipicamente as organizações possuem a habilidade de gerar várias ideias e a entrada das novas ideias passa para pelo primeiro “gate” de conformidade com o alinhamento estratégico, para depois iniciar os estágios de desenvolvimento, conforme mostra a figura abaixo de McGrath (2004).

gestao de ideias
Processo inicial de seleção de ideias

Fonte: Adaptada de McGrath (2004)

Segundo Patterson (1999), os fatores para obter sucesso no processo de seleção são:

  • identificar os riscos existentes;
  • o processo deve ser explícito;
  • as decisões devem ser imparciais;
  • as decisões devem utilizar muito bem as informações disponíveis;
  • os investimentos são revisados periodicamente;
  • todos os projetos são considerados juntos, tanto os já existentes, como as ideias;
  • o portfólio é reajustado para gerar o melhor valor possível para o negócio;
  • os projetos selecionados são sistematicamente revisados; e
  • as lições aprendidas são utilizadas para melhorar o processo de seleção.

Um efetivo processo para seleção de ideias deve ser explícito e seguir uma direção traçada e elaborada pela organização na consideração das ideias. Os critérios para seleção das ideias são entendidos não somente pela liderança da equipe do portfólio de inovação, mas por todos aqueles que propuseram ideias inovadoras. Sendo o processo de seleção explícito, significa que nenhum projeto irá ser lançado no mercado sem passar por bem sucedidas revisões (PATTERSON, 1999).

Um dos propósitos de um processo formal de seleção de ideias é garantir que o retorno para o negócio venha progressivamente com o avanço do portfólio de projetos inovadores. Quando as novas propostas são consideradas, elas devem ser comparadas com outras alternativas, em uma sequência, e com outros projetos que estão em andamento. Como recursos são inevitavelmente limitados, é preciso esperar por posteriores liberações e fazer a alocação necessária

Outro propósito do processo de seleção de ideias é criar um considerável equilíbrio com os atuais projetos. Cada organização deve decidir quais dimensões são importantes para balancear o portfólio de inovação. O esforço é conseguir um equilíbrio entre projetos de inovação incremental e radical (PATTERSON; 1999).

Provavelmente a etapa mais difícil do gerenciamento de portfólio de inovação cessou quando da finalização da seleção de ideias. Esta fase é difícil porque as incertezas e as ambiguidades são grandes, conforme discorrem Brun, Saetre e Gjelsvik (2009), pois o processo é delicado e qualquer erro pode desprezar uma grande ideia em detrimento de outra não tão relevante.

Outro fator delicado é manter os idealizadores motivados a continuarem o processo de prover a organização com suas ideias, pois eles devem receber os devidos estímulos para aprimorar a criatividade e visualizar novas soluções e melhorias para a organização.

Consultoria Conduzimos gestores e suas equipes à conquista de resultados! Outsourcing Alocação de profissionais especializados e de alta maturidade Capacitação Treinamentos abertos e In Company