Desvendando missão, visão e valores: aprenda o que é e como construir na sua empresa

missao visao e valores

Três palavras que quase sempre aparecem juntas e são um divisor de águas em qualquer organização: missão, visão e valores. Uma vez que você os define, está pronto para planejar o futuro e determinar como chegará lá.

Porém, apesar de parecer uma tarefa fácil, construir missão, visão e valores demanda bastante atenção e dedicação não só dos gestores, mas de toda a empresa. Prova disso é a quantidade de organizações que apenas reproduzem modelos prontos e deixam de alcançar melhores resultados por falharem logo na primeira fase: a definição da identidade e da aspiração da empresa.

Mas se você está aqui, é porque não quer ser como uma dessas empresas. Continue conosco e aprenda definitivamente o que é missão, visão e valores e confira dicas para construí-los na sua empresa!

O que é missão, visão e valores?

Missão, visão e valores são o tripé que confere identidade e propósito para uma empresa. Sem esse tripé, é praticamente impossível construir um planejamento estratégico e guiar as decisões feitas dentro da empresa de modo a atingir os resultados esperados.

Em resumo, costumo dizer que a missão é o propósito da empresa, o motivo pelo qual ela existe e trabalha todos os dias. Já a visão é a declaração de onde a empresa quer chegar, um grande objetivo a ser alcançado a longo prazo, e os valores são os princípios a serem seguidos em todas as ações da organização, devendo ser visíveis tanto interna quanto externamente.

Peter Drucker, grande especialista da área de administração, diria que a missão é o que define uma empresa, e que não podemos prever o futuro, mas podemos criá-lo (e construir uma visão inspiradora é um bom começo para criar o futuro, concorda?).

Agora que você já tem uma ideia sobre o que é missão, visão e valores, vamos falar um pouco mais especificamente sobre cada um. Acompanhe.

O que é missão?

Como afirma Peter Drucker, a missão é o que define uma empresa — isso significa que a missão deve refletir aquilo que a organização tem de especial e a diferencia das demais, o que chamamos de proposta de valor.

Por este motivo, é difícil que a missão de uma empresa mude ao longo do tempo, afinal, se uma empresa muda sua missão, está mudando também a sua identidade, e então não é mais a mesma.

O principal papel da missão é inspirar e engajar a equipe, conectando todos os colaboradores e guiando-os em direção ao sucesso da organização. Quando a equipe sabe que há objetivos maiores por trás de cada decisão, leva a missão em consideração em suas atividades diárias e contribui para o crescimento da empresa naturalmente.

Nesse contexto, além de ser importante comunicar a missão efetivamente por toda a empresa, é necessário redigi-la de maneira clara e compreensível por qualquer pessoa, afinal, se a sua missão estiver escondida em uma gaveta ou for difícil de entender, terá sido um desperdício construí-la.

Se você tem dúvidas sobre como elaborar uma missão para a sua empresa, não se preocupe! Dê uma olhada nas dicas que separei a seguir:

Fuja dos adjetivos vagos

Falar em “alta qualidade” e “excelência” é mais do que óbvio hoje em dia. Tente pensar em uma maneira diferente de qualificar a oferta da sua empresa, citando critérios que o seu cliente realmente valorize.

Leia também  A estratégia do oceano azul: entenda por que o melhor jeito de vencer os concorrentes é parar de competir

Por exemplo, o cliente de uma revendedora de carros espera mais do que um atendimento de alta qualidade (ou “excelência”) — ele espera ter uma experiência agradável (afinal, estará desembolsando um valor alto), ser atendido de uma forma consultiva pelo vendedor e adquirir um produto ou serviço que atenda às suas expectativas e possibilidades financeiras.

Nesse caso, a missão da concessionária não pode ser apenas “oferecer serviços e produtos de qualidade por meio de um atendimento excelente de modo a conquistar a satisfação dos clientes”. Seria mais interessante construir uma missão similar a este exemplo:

“Atender às necessidades de nossos clientes, superar as expectativas e realizar desejos, oferecendo muito mais que produtos e serviços. Nosso objetivo é proporcionar o máximo em satisfação, segurança, conforto, design e tecnologia, valorizando ainda mais o prazer de dirigir”.

Muito mais inspirador, não é?

Mantenha o foco no cliente

Seth Godin aconselha: “Não procure clientes para o seu produto, procure produtos para o seu cliente”. Ter o cliente como centro é uma premissa básica em qualquer negócio. A empresa deve ter como missão encontrar formas de gerar valor para ele, e não o contrário.

Lembre-se de deixar isso claro ao redigir a sua missão e não caia na tentação de escrever temas que apenas foquem nas atribuições da sua empresa. Falar sobre o cliente demonstra que a empresa entende o seu papel no mercado, o que favorece que os colaboradores se unam e consigam transparecer a missão a cada decisão do seu dia a dia.

Aqui na Euax Consulting, por exemplo, a nossa missão é “somos hábeis em compreender as necessidades de gestão e negócio de nossos clientes entregando uma solução ágil e de alto valor agregado para a organização e para nosso contratante”.

Como você pode ver, não deixamos de mencionar as características internas que nos permitirão cumprir com os objetivos orientados aos clientes, mas o foco continua sendo entregar uma solução de alto valor para eles.

Expresse identidade pelo tom das palavras

Outra maneira de criar unidade na empresa e inspirar os seus colaboradores por meio da missão é utilizando a linguagem adequada para redigi-la.

Isso não quer dizer que a missão da sua empresa deva se assemelhar a um texto de Camões ou que seja digna de apresentar a um juiz de direito. O importante é que ela fale a mesma língua dos colaboradores, para que possa se tornar relevante e compreensível para eles.

A missão da Google, por exemplo, é simples e objetiva, assim como a identidade da empresa: organizar informações do mundo e torná-las mundialmente acessíveis e úteis.

Confira alguns outros exemplos de missão de organizações famosas e se inspire para formar a sua.

  • Fiat: desenvolver, produzir e comercializar carros e serviços que as pessoas prefiram comprar e possuam orgulho de possuir, garantindo a criação de valor e a sustentabilidade do negócio.
  • Disneyworld: criar um mundo onde todos possam ser crianças.
  • Avon: ser a companhia que melhor entende e satisfaz as necessidades de produtos, serviços e auto realização das mulheres no mundo todo.
  • Mcdonalds: servir alimentos de qualidade, com rapidez e simpatia, num ambiente limpo e agradável.
  • 3M: Solucionar problemas ainda não solucionados.
  • Ambev: Criar vínculos fortes e duradouros com os consumidores e clientes, fornecendo-lhes as melhores marcas, produtos e serviços.
  • Vale: Transformar recursos naturais em prosperidade e desenvolvimento sustentável.
Leia também  Conheça Kaplan e Norton, as mentes por trás do Balanced Scorecard (BSC)

O que é visão?

A visão, por outro lado, é a declaração de onde chegou a organização, vista do futuro. Costumo dizer que definir a visão é como tirar uma foto do futuro, detalhando como a empresa será vista pelo mercado depois de ter implantado as mudanças necessárias, isto é, executando o seu planejamento estratégico.

vetor pessoa fotografando visão

Como objetivo é alcançar a visão e evoluir cada vez mais, ela muda com o tempo. Porém, ao contrário do que muitos pensam, não é obrigatório colocar uma data para delimitar a visão, afinal, isso não ajuda a organização a entendê-la melhor (é apenas um detalhe). Datas são fundamentais no planejamento estratégico e no acompanhamento de indicadores, mas não na visão.

O importante é buscar sinais concretos que indiquem onde a sua empresa deve chegar e, seguindo o que também mencionei nas dicas pra construir a missão, fugir dos adjetivos vagos e óbvios. Infelizmente, ainda é muito comum vermos empresas com visões como “Ser o melhor negócio da região até o período X” ou “ser reconhecida no mercado X”.

Digo infelizmente porque esse tipo de declaração, além de não ser relevante o suficiente para motivar a equipe, não desafia a empresa a construir um plano estratégico ambicioso. Para construir uma visão que realmente engaje os colaboradores e os inspire a fazer diferente, é necessário observar alguns critérios.

Se você responder positivamente a todas essas perguntas, sua visão está ok, se não, é preciso parar e analisá-la novamente.

  • A visão precisa ser desafiadora, suficientemente difícil;
  • A visão deve ser factível, isto é, uma possibilidade real, mesmo que difícil;
  • A visão deve ser capaz de mobilizar pessoas para uma causa comum;
  • As pessoas precisam ser capazes de visualizar o futuro por meio dela — a visão deve ser objetiva;
  • Ao “fechar os olhos”, você precisa ser capaz de ver o resultado com a visão realizada e gostar do que vê.

Parece difícil, mas conhecendo bem a sua empresa e tendo sabedoria para explorar o futuro, a visão será muito mais fácil de construir. Separei alguns exemplos para te inspirar a criar uma versão interessante para a sua organização:

  • Euax Consulting: Por nossa notória capacidade de entregar aumento de performance, somos um desejado parceiro para transformação do modelo de gestão e dos negócios, criando ambientes focados em gerar resultados. Nossos clientes reconhecem uma experiência única em cada interação com nosso time e no uso dos nossos métodos.
  • 3M: Ser reconhecida como a empresa mais criativa do mundo.
  • Google: Ser referência mundial em inovação e organização de conteúdo, agregando conhecimento e bem estar à sociedade.
  • Nike: Ser uma referência em artigos esportivos mantendo assim um vínculo com qualidade de vida e de pessoas.
  • Ambev: Unir as pessoas por um mundo melhor.
  • Vale: Ser a empresa de recursos naturais global número um em criação de valor de longo prazo, com excelência, paixão pelas pessoas e pelo planeta.
  • Toyota: Crescer de forma sustentável seguindo os princípios Toyota de gestão, tornando-se referência em qualidade e atendimento, consolidando a marca no mercado local e regional, realizando o melhor atendimento, mantendo acima de tudo a alegria, harmonia e satisfação no ambiente organizacional.

Por último, mas não menos importante, vamos entender melhor o que são os valores de uma empresa e porque eles são indispensáveis.

Leia também  Proposta de valor: aprenda tudo sobre ela e saiba como vender seu peixe

O que são os valores?

Também conhecidos como princípios, os valores de uma empresa ditam a maneira que ela irá se comportar para cumprir os objetivos a longo prazo — não é à toa que missão, visão e valores formam um tripé inseparável.

É importante que a empresa tenha valores bem estabelecidos e amplamente conhecidos internamente e, mais do que isso, que os colaboradores acreditem e ajam de acordo com eles.

Para isso, a gestão precisa construir valores que tenham ligação com os objetivos do negócio e que sejam relevantes para o público alvo atingido. Em uma startup de tecnologia, por exemplo, os valores podem envolver inovação, agilidade e valorização do conhecimento.

Separei algumas dicas para te ajudar a criar e fortalecer os valores da sua empresa:

  • Seja objetivo: valores devem ser curtos e expressar a identidade da empresa em poucas palavras. Ter uma quantidade moderada (de 5 a 8) torna o processo de entendê-los e internalizá-los muito mais fácil.
  • Selecione valores que diferenciem a sua empresa: como você provavelmente já sabe, o valor de uma empresa está em seu diferencial competitivo, isto é, o que faz um cliente escolhê-la entre as opções do mercado. Por este motivo, é necessário construir valores especiais, que diferenciem a sua empresa frente a concorrência, fugindo dos chavões como “respeito” e “responsabilidade”, que devem ser princípios básicos.
  • Dê o exemplo: a maneira mais efetiva de fortalecer os valores dentro da organização é demonstrando-os no dia a dia. Os gestores de área e líderes do alto escalão da empresa, principalmente, devem praticar os valores e ser uma referência para os demais colaboradores, inspirando-os a implantar os princípios na prática.

Para você ter uma ideia, aqui na Euax Consulting temos sete valores: atitude, ética, comunicação, inovação, competências, maturidade e intimidade com o cliente. Mas nem todas as empresas utilizam substantivos simples para exprimir seus valores. A mineradora Vale, por exemplo, descreveu seus princípios de uma forma mais analítica:

  • Vale: Agir de forma correta, a vida em primeiro lugar, valorizar quem faz a nossa empresa, crescer e evoluir juntos, cuidar do nosso planeta e fazer acontecer.

Veja também valores de outras empresas famosas:

  • Adidas: apaixonados, autênticos, comprometidos, honestos, inovadores e inspiradores.
  • Apple: meio ambiente, responsabilidade dos fornecedores, inclusão e diversidade, acessibilidade, privacidade e educação.
  • Nike: empresa inovadora, que proporciona modernidade, atendendo, assim, a necessidade do público.
  • Coca-Cola: Inovação, liderança, responsabilidade, integridade, paixão, colaboração, diversidade, qualidade.

Espero ter te ajudado a entender melhor o que é e como construir missão, visão e valores para a sua empresa. Se quiser aprender mais sobre o assunto, não deixe de assistir ao webinar em que dou várias dicas para construir uma missão e visão para a estratégia.

CTA-Dicas-para-construir-uma-missão-e-visão-para-a-estratégia

Mas se o seu desafio é conseguir tirar a missão e visão do papel, temos outro post aqui no blog exatamente sobre isso: confira o post sobre missão e visão empresarial e descubra como implementá-las.

Email Marketing by E-goi

Deixe uma resposta

Consultoria Conduzimos gestores e suas equipes à conquista de resultados! Outsourcing Alocação de profissionais especializados e de alta maturidade Capacitação Treinamentos In Company