Tempos difíceis pedem inovação em gestão de processos

Atualmente, para se destacar entre a concorrência, é necessário que a empresa promova uma estratégia eficaz em gestão de processos de negócios. Já em momentos de crise, isso se torna mais do que fundamental: processos, pessoas e sistemas devem estar integrados, a fim de que dentro da organização persista um forte conhecimento sobre o que fazer em cada etapa, evitando perda de tempo ou de recursos à toa. Se alguma coisa não está dando certo na sua empresa ou se a posição no mercado está em declínio, é preciso inovar! Quer saber mais sobre a inovação em gestão de processos em tempos difíceis, como os atuais? Então confira o nosso post sobre o assunto:

Entenda, primeiramente, como funciona o seu negócio

É viável dizer que, por mais complexo que seja o seu negócio, todos os setores precisam da gestão de processos. De fato, em algumas áreas a necessidade de processos mais bem definidos pode ser maior do que em outras. Mas para criar os melhores processos para a equipe acompanhar e chegar à inovação, deve-se entender toda a cadeia de funcionamento de sua atividade, de sorte que a criação de novos elementos não seja contraproducente.

Veja o que a concorrência está fazendo

Talvez seja difícil descobrir como seus concorrentes funcionam internamente. Mas nem sempre as coisas são assim tão sigilosas! Há setores que operam mais ou menos da mesma maneira, e se torna viável entender as operações conforme os resultados obtidos, seja de tempo, seja de baixa de custos.

Pode-se, dependendo do caso, se passar por um cliente e conversar com o setor de atendimento, ou fazer análises das redes sociais, a fim de pescar algumas informações estratégicas. O importante é, depois de descobrir o que a concorrência está implementando, entender se pode implantar o mesmo na sua empresa ou até se aproveitar dos pontos fortes em que é superior a ela.

Foque no envolvimento e conhecimento da equipe na cadeia dos processos

Há empresas nas quais os funcionários não estão cientes sobre como os processos são desempenhados, e isso impacta negativamente na percepção do cliente — visto que, se ele não consegue verificar um valor diferente no produto que está sendo vendido, provavelmente preferirá o serviço da empresa concorrente.

Isso significa que os funcionários têm que ter um bom conhecimento dos processos da empresa, para assim satisfazer melhor a clientela. Além disso, o conhecimento profundo da equipe em relação aos processos da empresa podem abrir espaço para que os colaboradores que estão mais perto de cada área deem sugestões de melhoria.

Invista em automação e padronização de processos

É essencial que as empresas invistam em qualquer forma de automatização ou aperfeiçoamento dos processos, visando ganhos óbvios de tempo e de recursos, principalmente em momentos de crise. Se houver um problema ou demanda e seu colaborador tiver sido treinado em certa forma para agir, a rotina de trabalho será prosseguida dentro do esperado.

Por causa disso, os momentos de crise são ideais para que a empresa inove, principalmente na parte tecnológica, podendo ser nos processos relacionados à área logística, contabilidade, setor fiscal e outras partes do negócio.

A análise detalhada sobre os processos e tecnologias existentes dentro da companhia, desde o começo da sua operação até o atendimento ao cliente, indicará em que pode ser modificada e melhorada. Isso proporcionará a chance de sua empresa ganhar terreno também quando a crise passar, já que estará mais eficiente também quando não houver turbulências.

Investir em gestão de processos traz a possibilidade de se buscar um diferencial estratégico para o seu negócio. As inovações talvez não surtam efeito a curto prazo, mas garantem um retorno a médio e longo prazo. Tudo dependerá do planejamento da equipe e de como você implementar os novos processos.

Você tem outras dicas para que as empresas inovem na gestão de processos e enfrentem as crises? Compartilhe suas ideias nos comentários!

Veja também:

 

Vinicius Nóbile de Almeida

Sócio diretor da Euax, formado em Processamento de Dados e mestre em Ciências da Computação pela UFRGS, possui mais de 20 anos de experiência em projetos. É certificado PMP pelo PMI (Project Management Institute) e CBPP (Certified Business Process Professional).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

12 − 11 =

Consultoria Conduzimos gestores e suas equipes à conquista de resultados! Outsourcing Alocação de profissionais especializados e de alta maturidade Capacitação Treinamentos In Company