Maturidade em gestão de projetos: teste + diagnóstico

Maturidade em gerenciamento de projetos

Dificuldade em gerenciar projetos, confundir projeto com operação e não saber quais projetos existem na empresa. Tudo isso são sintomas de uma organização que não possui maturidade no gerenciamento de projetos.

Nesse post, vamos mostrar como funciona o diagnóstico dos projetos de uma empresa e, no final, você vai poder acessar um teste para saber o nível de maturidade da sua empresa em gestão de projetos. Confira:

O que é maturidade em gerenciamento de projetos?

Ter maturidade em gerenciamento de projetos significa fazer bom uso de recursos disponíveis, saber administrar e priorizar tarefas e projetos e encontrar oportunidades de melhoria contínua.

Para explicar melhor, avaliar ou diagnosticar o nível de maturidade de uma empresa é como tirar um raio-x dela. Esse “exame” é o que permite identificar pontos fracos e encontrar soluções para essas dificuldades.

Dificuldades de uma empresa imatura em gestão de projetos

Não é raro acontecer problemas em empresas que não parecem ter uma causa específica. Realizar um diagnóstico de maturidade é uma forma de entender onde os processos estão falhando. A lista a seguir mostra os problemas mais comuns quando a área de projetos não é bem desenvolvida:

  • Projetos com baixa visibilidade;
  • Dificuldades com o escopo de projetos;
  • Entregas fora do custo e do prazo;
  • Defasagem de benefícios;
  • Operações despadronizadas;
  • Comunicação ineficiente;
  • Variação importante da qualidade.

Todas essas dificuldades são pontos graves que podem gerar prejuízos, e saber como a sua empresa lida com projetos é a melhor saída para essas dificuldades. Por isso, agora vamos ensinar como você pode alcançar essa percepção:

Como fazer um diagnóstico da área de projetos?

Existem basicamente duas formas: montar uma equipe interna na empresa para rodar um diagnóstico ou contratar profissionais que façam esse trabalho delicado. Mas, de uma forma ou de outra, todas elas utilizam ferramentas como essas:

E-book Gestão de Projetos

Modelos de maturidade

Abaixo reunimos a ficha técnica de três exemplos de modelos de maturidade. Esses modelos são ferramentas e metodologias que são aplicados para ajudar a descobrir o quão capaz a empresa é de gerenciar seus projetos:

Modelo de maturidade CMM e CMMI

Modelo de Berkeley

Modelo de maturidade OPM3

CTA-Dicas-para-Certificação-PMP

Como você pode ver, cada modelo possui níveis e tapas diferentes entre si para fazer o diagnóstico. Mas na Euax temos um jeito um pouco diferente de lidar com os níveis de maturidade, baseado nos nossos anos de experiência em consultoria e diagnóstico. Confira:

Níveis de maturidade no diagnóstico da Euax

Ter essa informação é o primeiro passo para estabelecer ações. Por isso, desenvolvemos quatro estágios de maturidade e as melhores indicações de intervenção para cada um deles. Veja quais são:

Níveis de maturidade em gerenciamento de projetos

1) Inicial

A organização não realiza gestão de projetos, porém, reconhece isso. Existe interesse em mudar esse cenário e aprender sobre como gerenciar projetos. As principais características desse estágio são:

  • Pouco conhecimento em gestão de projetos e seus benefícios;
  • Existe o desejo de praticar essa gestão;
  • Não se diferencia o que é operação e o que é projeto.

Indicação: a melhor saída, nesse caso, é começar a implantar boas práticas de gestão de projetos.

2) Imaturo

Existe gestão de projetos, mas ela é ineficiente, utiliza várias práticas individualizadas e não dá conta de mensurar os resultados. As características dessa imaturidade são:

  • Muitos imprevistos e pouco controle;
  • Ausência de indicadores;
  • Ausência de metodologia;
  • Muitos retrabalhos.

Indicação: as práticas que já existem devem ser estruturadas para que os projetos tenham potencial de resultado.

3) Gerenciado

A organização possui maturidade em gestão de projetos, mas a área de projetos não é reconhecida por excelência no mercado ou internamente. Veja as principais características desse nível:

  • Proatividade na resolução de problemas;
  • Existência de indicadores;
  • Estrutura de gestão de projetos bem estabelecida.

Indicação: ainda que o nível de maturidade esteja bom, sempre há como melhorar. É importante considerar práticas de melhoria contínua.

CTA-Como-ter-sucesso-na-implantação-de-práticas-de-Gestão-de-Projetos-na-sua-empresa

4) Benchmarking

A empresa é consistente na gestão de projetos e possui grande maturidade. Além disso, é reconhecida no mercado e admirada pelos concorrentes. As principais características são:

  • Existência de melhoria contínua;
  • Escritório de projetos estruturado;
  • Benefícios mensurados constantemente;
  • Vitrine para outras organizações.

Indicação: mesmo que já exista a prática de melhoria contínua, a empresa pode ter pontos cegos em seus processos devido a vícios organizacionais. É ideal ter uma avaliação externa especializada.

Uma das principais dificuldades na maturidade em gestão de projetos é enxergar os seus benefícios. Se ainda não ficou muito claro o que esse desenvolvimento pode proporcionar, talvez seja ideal entender qual o nível de maturidade da sua empresa:

Teste: maturidade em gestão de projetos

Você está pronto para descobrir o nível de maturidade da sua empresa e melhorar a sua performance em gestão de projetos? Clicando no banner abaixo, você pode fazer o nosso teste de maturidade e saber exatamente do que a sua empresa precisa!

Teste de maturidade em gestão de projetos

Deixe uma resposta

Consultoria Conduzimos gestores e suas equipes à conquista de resultados! Outsourcing Alocação de profissionais especializados e de alta maturidade Capacitação Treinamentos In Company